Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar utilizando esse site, você concorda com a utilização de cookies no seu aparelho como descrito em nossa . Políticas de utilização de cookies.
Reservar agora
+351 919523269
Reservar agora
pedroserra

Parque Natural da Serra da Estrela

“A serra da Estrela, pela sua massa e altitude é a principal montanha de Portugal Continental. Elemento maior da Cordilheira Central nela se situa a Torre com 1991 m de altitude. O PN da Serra da Estrela, com 88.850 ha, alberga uma paisagem variada: lagoas e pastagens de altitude, turfeiras, carvalhais e castinçais, áreas de mato e de floresta de produção. Presença de granitos e xistos, inúmeros vestígios da última glaciação, nascente do Mondego, Alva e Zêzere, verdadeiro castelo de água a dominar as Beiras e assento de variadas facetas climáticas. Vegetação influenciada por três tipos de clima – Mediterrânico, Atlântico e Continental - distribuindo-se por três andares altitudinais: basal; intermédio; e superior. A fauna do PNSE inclui grande número de mamíferos e aves, salientando-se pela sua importância e diversidade os pequenos répteis e anfíbios com espécies endémicas como a Lagartixa-de-montanha. Povoamento essencialmente periférico com alguns casais isolados e interessantes exemplos de arquitectura popular. A serra é solar do “cão da Serra da Estrela”, da “ovelha da Serra da Estrela”, raça ovina com grande aptidão leiteira, e do famoso “queijo da Serra da Estrela”, ex-libris da gastronomia regional. .” in
www.natural.pt
Esta magnífica reserva natural tem uma das suas fronteiras apenas a 12 km do Chão do Rio e é certamente uma das maiores atrações da região. Para além do ponto mais alto de Portugal continental e das abundantes neves no Inverno, que permitem fazer ski na estância local, o parque exibe uma natureza deslumbrante ao longo de todo o ano. Em todas as estações é possível conviver com uma grande variedade de espécies de flora e fauna que recomendamos sejam conhecidas através dos inúmeros trilhos pedestres que atravessam o parque. Como desafio para os mais resistentes, recomenda-se o trilho que parte de Loriga que sobe até à torre pelo caminho dos pastores (ida e volta 18 km). Aqui, para além da inclinada ascensão, a paisagem é de cortar a respiração.

Como um ponto de partida para começar a explorar o património ambiental da Serra da Estrela, recomendamos a visita ao "Centro de Interpretação da Serra da Estrela", em Seia (www.cise.pt). Lá é possível realizar uma expedição virtual pela região e ao longo da história, aprender mais sobre seus recursos naturais e receber toda a informação necessária para começar a sua exploração.

Fechar